Entre os muros da escola.



"Entre os muros da escola",é um filme do diretor francês Laurent Cantet,baseado no livro"Entre les murs"(com lançamento previsto no Brasil esse mês,pela editora Martins).François Bégaudeau,o autor,baseou-se em suas própria experiência como professor na periferia de Paris.Ele próprio faz o papel do professor.O filme é uma excelente reflexão sobre a precarização(mundial)do ensino,e como cada vez mais,a escola é o eco do mundo social,da mudança(para pior)das relações de trabalho,do consumismo exacerbado apregoado pelos meios de comunicação;da abolição do "tempo real"pela sociedade do espetáculo,que tem obrigado a muitos a viverem um "eterno presente",sem passado ou futuro.Um filme não só para educadores,mas para todos que contestam a direção que tem sido dada a nossos jovens.

Sobre o Brasil:


"O Brasil é a maior biodiversidade do planeta,a maior floresta tropical do mundo,e não estou minimizando o fato de que um quinto dela tenha sido derrubada.Tem uma dotação confortável de água,uma pesquisa científica já de padrão internacional que,se bem administrada,torna-se também um recurso.Tem um setor de financiamento público poderoso.Mas há também os impasses.Por exemplo:devemos caminhar para uma agricultura altamente mecanizada,uma agricultura sem homens,e conviver com favelas apinhadas?Ora,o Brasil tem o valor de sua gente e tantos recursos de que dispor que,não fazendo bobagem,a perspectiva é de futuro promissor.Às vezes me passa pela cabeça:a desforra dos trópicos.Durante muito tempo lidou-se com a idéia de que o trópico era um obstáculo ao progresso.Os europeus vangloriavam-se do clima onde viviam.Pois este é mais um mito que vai abaixo.E novos cenários se descortinam neste lado do mundo."(Ignacy Sachs)

-Ignacy Sachs é um economista nascido na Polônia.Em 1941 chegou ao Brasil,fugindo do nazismo.

Aqui se graduou em economia,na Universidade Cândido Mendes,no Rio de Janeiro.Voltou à Polônia em 1954.Em 1968 mudou-se para Paris,como pesquisador do Instituto Fernand Braudel.

Atualmente é pesquisador da École des Hautes Études en Sciences Sociales,de Paris,e do Instituto de Estudos Avançados da USP.É um dos criadores da chamada "ecosocioeconomia".
(imagem de autor desconhecido-Google images)