Cinema-Harry Potter e as Relíquias da Morte,Parte 2

            Desde que surgiu Harry Potter pelas mãos geniais de J.K.Rowling ,não tem também cessado de crescer uma certa patrulha ideológica(?),que tenta desmerecer o trabalho da escritora inglesa.Essa patrulha cresce e vive entre certos ressentidos das redações dos grandes jornais e claro,entre os papais-sabem-tudo acadêmicos(o americano Allan Bloom chamou a saga de Harry Potter de "idiotice sistemática").Ao contrário do que esses pensam,creio que a saga de Harry Potter é uma das grandes obras-primas da literatura juvenil e de fantasia.E ao contrário de certas celebridades e artistas de quinta que ganham fortunas,o fato de que Rowling tem uma fortuna calculada em US1 bi é totalmente justificada aqui:o talento mereceu cada centavo.
             Os dois primeiros filmes da saga;"A Pedra Filosofal"(2001) e "A Câmera Secreta"(2002) são ainda um tanto quanto ingênuos(Harry tem 12,13 anos então).Foi a partir do ótimo "O Prisioneiro de Azkaban"(2004),que seguindo a tendência dos livros,os filmes foram se tornando mais maduros,menos infantis,e os diretores começaram a ver que Harry Potter poderia ser também sinal de um excelente cinema.Foi em 2005 que foi lançado o "Cálice de Fogo",até ontem,meu filme preferido da série.Com a definitiva volta de Voldemort,a história ganhou contornos mais escuros,mais trágicos."A Ordem da Fênix"(2007) mostrava a definitiva intromissão do "fascismo bruxo" no  mundo da magia e o começo de uma resistência a esse poder-destaque para Imelda Staunton como a pavorosa e grotesca Dolores Umbridge.A verdadeira história do Lorde das trevas é contada em "O Príncipe Mestiço"(2009),assim como ficamos sabendo das horcruxes,os objetos nos quais Voldemort escondeu parte de sua alma,para que se tornasse imortal.
"As Relíquias da Morte,parte 1 é o "road-movie " de Harry,Hermione e Ron depois da tomada de poder de Voldemort e dos comensais da morte.Definitivamente,o filme se torna escuro,denso,angustiante mesmo:o medo paira no ar.
              "As Relíquias da Morte,parte 2" foi um dos filmes mais aguardados dos últimos tempos.E prova que os últimos filmes não são,definitivamente para crianças.Ontem fui assistir ao filme em 3-D em uma sala lotada e ansiosa,não só de adolescentes e jovens,mas também de adultos.E o filme cumpre plenamente sua promessa de obra prima.O tom épico,monumental mesmo,a fotografia alternando luz e sombra,a edição ao mesmo tempo ágil e intimista e as interpretações do elenco tornam o último Harry Potter um biscoito dos mais finos.
O mundo bruxo tornou-se uma ditadura sangrenta,um fascismo incidioso domina tudo,a raça "inferior" os bruxos nascidos trouxas,são condenados à tortura atroz a à morte,a sociedade é controlada pelo terror.Todos os pesadelos do mundo moderno,enfim,da história humana:a coisificação do ser humano,a opressão de pessoas ditas "inferiores",o desprezo pela diferença,a escravidão e a colonização da mente humana estão presentes no belo filme de David Yates.
A fina flor do teatro inglês marca presença(pena que Kate Winslet esnobou o filme-quem perdeu foi ela).Helena Bonham-Carter(Belatriz Lestrange) arrasa em grande estilo como sempre.Maggie Smith(Minerva) mostra porque é uma atriz de primeiro time.Mas é Alan Rickman(Snape) que dá um show.Seu Severo Snape é mais que nunca atormentado e infeliz.Em uma sequência belíssima,somos levados à infância de Snape e seu grande amor pela mãe de Harry,Lilian Potter.Rickman deveria ser indicado ao Oscar,no mínimo.
E o estupendo Ralph Fiennes faz um Voldemort totalmente operístico,intenso,de uma intensidade ao mesmo tempo eloquente e silenciosa.Destaque também para Daniel Radcliffe que tornou-se um ator de verdade,capaz de nos passar a angústia profunda de Harry Potter,assim como sua coragem e determinação.
Destacamos a sequência do Gringots,e a batalha de Hogwarts,com seus desdobramentos emocionais tão profundos.
Um filme que vai ficar,um filme para amar.

2 comentários:

Marcelo Moraes

21 de julho de 2011 09:55
Permalink this comment

1

disse...

James, só tenho a concordar. As minhas impressões são semelhantes às suas, mostrando que há muito bom trabalho sendo feito e visto com olhos não muito bons por muitos também. Perde quem não aprecia tamanha obra como esta.

Um abraço.

Rabisco

15 de agosto de 2011 15:52
Permalink this comment

1

disse...

Olá James!

Ainda não assisti mas quero!

Saudades!
Um abraço grande

http://rabiscosincertossaltoemceuaberto.blogspot.com/