"Shine On You Crazy Diamond"(Homenagem a Syd Barret)


Shine On You Crazy Diamond

Remember when you were young, you shone like the sun.
Shine on you crazy diamond.
Now there's a look in your eyes, like black holes in the sky.
Shine on you crazy diamond.
You were caught on the crossfire of childhood and stardom, blown on the steel breeze.
Come on you target for faraway laughter, come on you stranger, you legend, you martyr,
and shine!
You reached for the secret too soon, you cried for the moon.
Shine on you crazy diamond.
Threatened by shadows at night, and exposed in the light.
Shine on you crazy diamond.
Well you wore out your welcome with random precision, rode on the steel breeze.
Come on you raver, you seer of visions, come on you painter, you piper, you prisoner,
and shine!
Nobody knows where you are, how near or how far.
Shine on you crazy diamond.
Pile on many more layers and I'll be joining you there.
Shine on you crazy diamond.
And we'll bask in the shadow of yesterday's triumph, and sail on the steel breeze.
Come on you boy child, you winner and loser, come on you miner for truth and delusion,
and shine!
tradução aqui e imagem daqui

  Syd Barret(1946-2006),o lendário guitarrista e letrista,um dos fundadores do Pink Floyd em 1965,foi uma das figuras mais brilhantes e trágicas de sua geração.Rebelde à moda de Rimbaud,viveu à risca o tríptico sexo,drogas e rock'n'roll.A partir de 1967,seu assustador consumo de LSD e haxixe,o levou a desenvolver a doença mental que já se manifestava intermitentemente ao longo dos anos.O álbum "A saucerful  of Secrets" foi o último em que tomou parte.Uma da 'vítimas' mais famosas dos excessos psicodélicos dos anos 60,Sid influenciou,apesar do pouquíssimo tempo em que passou no Pink Floyd,uma imensa quantidade de guitarristas.Sua bela figura de 'gênio torto' está hoje congelada no tempo,numa ode à genialidade e num lamento pelo infortúnio precoce.

10 comentários:

Cris Caetano

5 de setembro de 2009 20:36
Permalink this comment

1

disse...

Todo gênio tem um dedinho na loucura... impressionante.

Essa música é de-mais!!!

Beijos

Paulo Braccini

6 de setembro de 2009 10:13
Permalink this comment

1

disse...

amigoi vc sempre surpreendendo com estas lembranças memoráveis ... Syd e Pink um casamento perfeito de genialidades e "loucuras" ... enfim ,,, me deu saudades de velhos tempos ...

bjux

;-)

Ricardo Duarte

6 de setembro de 2009 10:45
Permalink this comment

1

disse...

James,
Adoro essa música. A versão ao vivo dá ainda mais intensidade a ela. Ótima escolha.
Abraços

Valdeir Almeida

6 de setembro de 2009 10:51
Permalink this comment

1

disse...

Dizem que não é regra que os astros da música sejam loucos.

Mas será mesmo?

Abraços.

1

disse...

Desse album, esta música e o Wish You Were here (que dá nome ao álbum onde está o Shine on...) são as melhores.

bonita homenagem...

Mauri Boffil

7 de setembro de 2009 11:58
Permalink this comment

1

disse...

Todo gênio tem um dedinho na loucura... ²

Wesley Viana

8 de setembro de 2009 10:34
Permalink this comment

1

disse...

Gostei do novo visual do blog. Essa música é uma das minhas favoritas do Pink Floyd.

1

disse...

James: tive um problema, minha conta do twitter sumiu. Agora fiz outra com o nome Luc Emille.

Adoro Barret. Na web tem um site fantástico chamado Syd Barret Archives.

Parece-me que Syd cedeu, após um desentendimento com Waters, algumas músicas com Saucerful. Não sei se ele participou diretamente das gravações. O fato é que os integrantes do Pink Floyd o ajudaram em sua carreira solo até 1971 (em gravações em estúdio). Já ao vivo, Syd apresentou-se com uma banda chamada Soft Machine, mas não houve química. Em 1972, decepcionado com a má recepção de seu trabalho, passou a pintar, o que fez até sua morte.

Cris Caetano

8 de setembro de 2009 23:11
Permalink this comment

1

disse...

Ficou lindo mesmo. :) Parabéns!!!

Beijos

Alexandre Lucas

9 de setembro de 2009 04:52
Permalink this comment

1

disse...

Tanta gente pra ir na frente...