Romance- de Mário Faustino(1930-1962)




ROMANCE

Para as Festas da Agonia
Vi-te chegar, como havia
Sonhando já que chegasses:
Vinha teu vulto tão belo
Em teu cavalo amarelo,
Anjo meu, que, se me amasses,
Em teu cavalo eu partira
Sem saudade, pena, ou ira;
Teu cavalo, que amarraras
Ao tronco de minha glória
E pastava-me a memória
Feno de ouro, gramas raras.
Era tão cálido o peito
Angélico, onde meu leito
Me deixaste então fazer,
Que pude esquecer a cor
Dos olhos da Vida e a dor
Que o Sono vinha trazer.
Tão celeste foi a Festa,
Tão fino o Anjo, e a Besta
Onde montei tão serena,
Que posso, Damas, dizer-vos
E a vós, Senhores, tão servos
De outra Festa mais terrena
Não morri de mala sorte,
Morri de amor pela Morte.
(imagem daqui)

11 comentários:

Cris Caetano

26 de julho de 2009 23:19
Permalink this comment

1

disse...

Nossa, Mário Faustino! :)

Obrigada.

Beijinhos

Carla Martins

27 de julho de 2009 09:57
Permalink this comment

1

disse...

Passando pra desejar uma ótima semana! E que a chuva vá embora!

beijos!

pauloveras

27 de julho de 2009 21:35
Permalink this comment

1

disse...

Bela oportunidade tive agora: Não conhecia nada de Mário Faustino. Obrigado amigo. Abraços

1

disse...

James,

acabei de publicar meu post da coletiva, sobre O Homem Nu. Amanhã volto aqui com mais calma.

Abraços.

1

disse...

"Morri de Amor pela Morte"

lindo o poema.

Obrigada por sua visita.

Boa semana, grande beijo,

CON
ON
N

1

disse...

James,

Não conhecia Mário Faustino, mas gostei muito deste "Romance", ele tem (ou proporciona) um bom ritmo de leitura, muito bem escrito.

Obrigado por estar seguindo o Crônicas da Montanha.

Abraços.

1

disse...

É uma oportunidade fantástica vir aqui ler poetas e autores, uns conhecidos e outros que vou conhecendo.O meu obrigada pelo seu comentário no meu blogue.

Paulo Braccini

28 de julho de 2009 12:03
Permalink this comment

1

disse...

Meu Jesus ... acreditas que eu tb nada conhecia de Mario Faustino? e vem vc meu amigo e me aplica logo de cara este "Romance" ... amei a morte ...

delícia vc ...

;-)

Susana Garcia

29 de julho de 2009 16:25
Permalink this comment

1

disse...

bonito esse poema.
beijinhos

Barone

29 de julho de 2009 20:35
Permalink this comment

1

disse...

Deliciosa a fluidez deste poema.

Alexandre Lucas

1 de agosto de 2009 16:21
Permalink this comment

1

disse...

Alegrou-me uma tarde de sábado =D